libereco de movado

libereco de movado

Sobre nós

Liberdade de movimento é um direito humano!

 

Ninguém escolhe onde vai nascer, muito menos seus antepassados. Portanto, nenhuma pessoa deveria ser discriminada por conta de sua nacionalidade, com base em sua religião, cor, sexo, ou orientação sexual.

Somos um grupo de cidadãos do mundo que no momento vive em Dresden e arredores. Nós nos conhecemos durante a faculdade, através do circo e outras iniciativas sociais. Com nosso projeto de arte-politica “Circo sem fronteiras” queremos chamar a atenção da sociedade para o absurdo das fronteiras pós-coloniais e privilégios europeus, além de denunciar a discriminação dentro do sistema estatal e o conceito desumano que está por trás da criação de campos de refugiados e processos de deportação. Através do nosso movimento artístico “Circo sem fronteiras” questionamos a existência de fronteiras nacionais e reivindicamos um passaporte com o qual todos os habitantes do mundo sejam identificados com os mesmos direitos.

Juntamente com participantes advindos de todas as partes do globo queremos desenvolver um conceito teatral interativo (inspirado no Teatro do Oprimido) que busca sensibilizar a população mundial a respeito da injustiça por trás de fronteiras e desigualdade geradas por conta do porte de passaportes não-europeus. O conceito está aberto a mudanças individuais, sendo inclusive adaptável para a sensibilização sobre diferentes questões políticas regionais e facilitando a tradução do conceito para a língua nativa da região. Pode ser implementado sob a forma de oficinas de teatro improvisadas, peças de teatro, pantomímica, números de circo e provocantes flash mobs. Videos de flash mobs devem espalhar o movimento através de diversas redes sociais e motivar outros a usar as hashtags #FreedomOfMovement e #LiberecoDeMovado ( que é a tradução em esperanto).

O conteúdo mais importante da nossa iniciativa é o caráter conjunto do nosso movimento, uma marcha para a liberdade de movimento generalizado, partindo de Dresden até alcançar as rotas de evacuação do Mediterrâneo. A essência do movimento nos acompanhará ao longo de nossa jornada, enquanto trabalhamos com grupos locais de teatro e circo e o espalhamos mundo a fora através de cartões postais. Qualquer um pode marchar conosco e iniciar projetos: atores, artesãos, artistas de circo, músicos, assistentes sociais, estudantes, pensionistas e outros ativistas de direitos humanos podem utilizar suas habilidades para organizar seus próprios eventos ligados ao tema ou criar apresentações para serem efetuadas em diferentes momentos da marcha, sempre expressando o absurdo que as fronteiras representam.

Por fim, através de petições abordaremos políticos a nível nacional e europeu e faremos uma demanda política, exigindo uma mudança concreta da lei de emissão de vistos.

Foundador:

Kristina Britt Reed // Ralf Ortlieb // Malika // Max Schmidt

Fotógrafo:

Mohammed Al Shammari

Unterstützung:

Support Convoy Dresden e.V.